GO PrunusFito


Resumo

Avaliação do impacto de alguns inimigos (pragas e doenças) nas culturas das prunóideas na região da Beira Interior e avaliação da eficácia de diferentes meios de luta no controlo das mesmas.


Descrição dos objetivos visados

Tendo em conta que serão abordados cinco diferentes e importantes problemas fitossanitários, a descrição é feita separadamente, de modo identificar os objetivos para cada um deles:

Cancros - monitorizar a(s) doença(s); avaliar as condições edafoclimáticas locais, verificando se existe algum padrão de dispersão da(s) doença(s) e monitorizar essa dispersão na região; observar as relações entre as condições dos locais, as cultivares e a incidência dos cancros, identificando práticas culturais que diminuam a probabilidade da sua instalação; estabelecer um plano de atuação regional que vise a manutenção da sanidade dos pomares e o aumento da produtividade pela diminuição de perdas de plantas;

Drosophila suzukii e Ceratitis capitata - desenvolver e/ou aplicar em campo métodos de monitorização das populações destas moscas aferindo a sua exequibilidade face às condições da região; identificar fatores de risco; identificar os iscos e armadilhas mais eficazes para monitorização ou para captura em massa; definir estratégias preventivas de proteção, avaliar a eficácia de meios de proteção inovadores e a conjugação de medidas (preventivas e químicas) na limitação da proliferação das pragas; identificar, das soluções químicas homologadas, as mais eficazes no controlo das moscas e a melhor oportunidade de tratamento, face às limitações de uso.

Cigarrinha-verde - confirmar a(s) espécie(s) presentes, associando-as aos estragos observados; monitorizar o ciclo de vida da praga; avaliar, em três datas, o efeito da data da poda em verde em pessegueiros, na sua suscetibilidade à praga; sensibilizar os produtores para a importância da instalação precoce de armadilhas para monitorização seguindo uma abordagem preventiva no controlo da praga.

Ratos - identificar/monitorizar a praga; avaliar as condições dos pomares e a sua envolvência, verificando se existe um padrão de dispersão e monitorização dessa dispersão; observar as relações entre essas condições e a incidência da morte de plantas por ataque de ratos, definindo as práticas culturais que limitam a sua instalação e progressão; estabelecer um plano de atuação que vise a sanidade dos pomares e o aumento da sua produtividade.

Resultados previstos

Cancros em pessegueiro:

1) Caracterização do(s) ciclo(s) de vida típico(s) das doenças nos locais observados;

2) Definição das metodologias para identificar os períodos mais favoráveis ao desenvolvimento das práticas culturais que podem contribuir para a diminuição do inóculo e, do mesmo modo, estabelecer as práticas culturais a evitar, relacionando-as com as condições verificadas, de forma a evitar a dispersão dos cancros bióticos;

3) Identificação das condições ótimas para a instalação e desenvolvimento das doenças como forma de minimizar a incidência e severidade dos cancros e deter informação suficiente que permita esclarecer os produtores para, no limite, evitar a plantação do pessegueiro em locais menos indicados.

Drosophila suzukii em cerejeira:

1) Caracterização do ciclo de vida típico da praga na região;

2) Identificação do período ótimo para colocação das armadilhas para monitorização deste inimigo;

3) Identificação dos principais hospedeiros e fatores de risco para a espécie, tentando estabelecer uma estratégia de ação para a região, tendo em conta a enorme polifagia e a rápida progressão da praga;

4) Definição da metodologia para identificar os períodos ideais para o combate à praga;

5) Sensibilização dos fruticultores relativamente à importância económica dos ataques da mosca e à importância da sua atuação na diminuição da proliferação da mesma.

Cigarrinha-verde em prunóideas:

1) Caracterização do ciclo de vida típico da praga nos locais observados;

2) Definição da metodologia para identificar os períodos ideais para o combate à praga;

3) Identificação do período ótimo para realização da poda em verde;

Ratos em prunóideas:

1) Caracterização do ciclo de vida típico da praga nos locais observados;

2) Identificar os períodos mais favoráveis à aplicação de práticas culturais que possam contribuir para a diminuição da incidência de ataques às culturas;

3) Identificar as condições ótimas para a instalação e desenvolvimento da praga para direcionar estratégias de controlo, como forma de minimizar a incidência e severidade dos ataques às culturas

4) Deter informação suficiente que permita elucidar os produtores, realçando a importância do seu papel na limitação dos ataques destes inimigos.

Conceber e elaborar material de divulgação diverso sobre as diferentes temáticas abordadas com vista à disseminação dos resultados obtidos e que permita a todos os destinatários o acesso a informação técnica relevante e direcionada às suas realidades.

Política de Privacidade

Todos os dados recolhidos são para exclusiva utilização por parte do GO na gestão das iniciativas a que se destinam, sejam elas, workshops, seminários, conferências, encontros, ações de formação, feiras, ações de divulgação, dias de campo, jornadas técnicas, balanços de campanhas, serviços e faturação. Não fornecemos dados pessoais a terceiros. Todos os dados recolhidos são os estritamente necessários para a organização dos eventos mencionados, serviços e faturação.

Termos e condições:

Ao participar nas nossas iniciativas e serviços, deverá manifestar o seu consentimento para a recolha e tratamento dos seus dados para fins de organização e/ou faturação. Algumas iniciativas pressupõem a captação de imagem (fotografia e vídeo) para necessidades de registo, e /ou divulgação de caracter científico ou de utilidade pública. Essa informação será sempre disponibilizada nos formulários de inscrição sendo a sua aceitação solicitada nos mesmos. A divulgação das nossas iniciativas e eventos é feita através dos nossos websites, nas nossas newsletter e no Facebook.

Cookies:

Os nossos websites usam cookies para fins de facilitação da navegação nas páginas. Os cookies são ficheiros que armazenam informações no disco rígido ou browser do utilizador, permitindo que os websites o reconheçam e saibam que já os visitou anteriormente. O utilizador pode configurar o seu browser para recusar os cookies, porém nesse caso, os websites ou partes dos mesmos podem não funcionar corretamente.